Alex "ranzinza", "trairagem" de Deivid e provação de Roberto Carlos: as histórias de Matheus Paraná


Atacante recorda período e causos durante breve passagem pelo Fenerbahçe, da Turquia

Durante a década passada, diversas figuras conhecidas do futebol brasileiro marcaram época com a camisa do Fenerbahçe: Edu Dracena, Fábio Luciano, Deivid, Roberto Carlos e Alex, ídolo maior do clube turco. Mas um brasileiro sem tanto nome no cenário nacional também esteve por lá: Matheus Paraná. E, mesmo sem ter tido o mesmo destaque dos compatriotas, ele guarda ao menos um bocado de histórias.




Em entrevista à equipe De Primeira, Matheus, que recentemente trocou o Itumbiara-GO pelo Nacional-SP, da Série A3 de São Paulo, recordou alguns episódios vividos durante o período no Fener, onde chegou em 2006 após passagem pelo futebol japonês.

"Eu estava no Japão, no Verdy Tokyo, e eles me viram jogando. Entraram em contato com o meu empresário, e o Fener me comprou. Eles assinaram comigo por cinco anos e me emprestaram para o Bursaspor (em 2006). Eu fui bem no Bursaspor, e o Fener me repatriou. Fique muito feliz, mas não tinha espaço para mim. Tinham muitos estrangeiros. Fiquei lá por oito meses e pedi para ser emprestado. Acabei indo para o Ankaraspor ", conta Matheus, atualmente com 30 anos.

"Provação" de Roberto Carlos

É bem verdade que Matheus pouco atuou pelo tradicional clube turco, mas foi lá onde viveu momentos inesquecíveis e até causos curiosos. Um deles, com o pentacampeão mundial com a seleção brasileira e ídolo do Real Madrid, Roberto Carlos.

"Uma vez na casa do Roberto Carlos, ele deu uma festa e chamou uns amigos. E esses amigos chamaram outras pessoas. Ele tinha câmera na casa dele e espalhou dinheiro pela casa. E eu, inocente, fui pegando o dinheiro e colocando no bolso, mas ele vendo tudo. Eu chamei ele e devolvi. Falei "Você é doido, você não conhece quem está aqui e tinha esse dinheiro espalhado". Mas ele estava vendo tudo por um tablet. E foi só zoeira no clube", recorda Matheus.




"Trairagem" de Deivid

Matheus Paraná ainda lembra com muito bom humor de uma história envolvendo Deivid, ex-atacante de Cruzeiro, Santos e Flamengo, e o ex-meia Alex, que disputou 376 partidas e marcou 185 gols entre 2004 e 2012 com a camisa do Fenerbahçe. 

"Era o Deivid e o Alex no quarto. O Deivid me chamou para ir lá no quarto, e eu fui. Era ele e o Alex, e o Alex é meio ranzinza. O Deivid falou para eu deitar na cama do quarto e descansar. Mas advinha de quem era a cama? Do Alex. O Alex chegou para descansar e quem estava deitado na cama dele? O besta aqui.

Ele era o dono do time, e eu estava deitado na cama do cara. Mas ele não ficou muito brabo comigo, mas com o Deivid ficou, sim. O Alex sabia que era sacanagem dele. Eu tinha 18 anos. O Alex foi na fisioterapia e deitou na maca. Eu, inocente, ainda perguntei "O que foi, Alex?" Quase assinei minha rescisão", lembra o atacante.

Após deixar o Fenerbahçe, Matheus Paraná rodou por diversos clubes brasileiros a partir de 2008: Coritiba, Fortaleza, São Caetano, Londrina, Chapecoense, Boavista-RJ, entre outros. Neste ano, defendeu o Itumbiara em apenas três jogos e acabou acertando a sua transferência para o Nacional-SP.

Outras imagens de Matheus Paraná pelo Fenerbahçe:












Comentários