Ex-Bota lembra apelido de "Messi" na base e ida à Portugal com ajuda do empresário de CR7

Paulinho Fernandes atualmente defende o Maricá-RJ

Por Mateus Marinho

Imagine só: ganhar o apelido de Messi na base e se transferir para o futebol europeu ainda jovem com a ajuda de Jorge Mendes, um dos empresários mais renomados do mundo e responsável por gerenciar a carreira de Cristiano Ronaldo. 

Tudo isso Paulinho Fernandes, hoje meia do Maricá-RJ, viveu. Formado na base de Avaí e Botafogo, ele se transferiu para o Braga, de Portugal, em 2009 graças a uma parceria do seu antigo empresário com a Gestifute, que pertence ao agente português.

“Conheci o Jorge. Fui até escritório da Gestifute no Porto pegar os ingressos para ver Portugal e Suécia pelas Eliminatórias da Copa de 2010 no Estádio do Dragão. Ver o Cristiano Ronaldo em campo, de pertinho, foi um sonho que realizei”, lembra ele em entrevista exclusiva ao Blog De Primeira.

Depois da experiência na Europa, Paulinho voltou ao Brasil para ingressar na base do Botafogo, onde ganhou o apelido de "Messi de Marechal Hermes". Ele conta que tudo começou com uma brincadeira de todos dentro do clube.


“Os jogadores na época brincavam muito com isso. Eles falavam que era difícil alguém tomar a bola de mim, pela condução da bola perto do pé (risos). Na época eu era rápido também, mas Messi é gênio. Então isso ficou e é bom carregar isso comigo. História para contar e para brincar com os amigos”, se diverte Paulinho. 

Após deixar o Botafogo em 2011 sem ter chances no profissional, Paulinho Fernandes passou a rodar por diversos clubes: Portuguesa-SP,  Brasília, Grêmio Prudente, Bangu, Gama, Macaé, Cabofriense e Boavista-RJ.

“Eu sou muito grato ao Botafogo, é um clube gigante do nosso futebol. A visibilidade que o clube me deu é algo muito importante para minha vida e carreira. Eu era muito novo, estava sendo um dos principais jogadores da base, me iludi um pouco com as coisas do mundão. Se eu tivesse a cabeça que tenho hoje, seria diferente. Mas quem sabe um dia eu volte, vou trabalhar para isso". 


Atualmente, o meia de 26 anos é o principal nome do Maricá, que disputa a terceira divisão do Rio. No clube, é comandado por uma dupla que marcou época com a camisa do Vasco: Carlos Germano e Sorato. Durante a temporada, Paulinho soma quatro gols e 13 assistências na competição.  

“Tem sido uma oportunidade muito bacana, eu converso bastante no dia a dia com o Sorato. É uma pessoa muito bacana por tudo que já conquistou no futebol. Com o professor Germano é a mesma coisa. São pessoas incríveis. Estou aprendendo bastante. E é claro, estou muito orgulhoso com o que venho produzindo dentro de campo e fora também. Está sendo uma experiência muito boa. Graças a Deus está dando tudo certo”, encerra.

Comentários