Francis relata experiência e adaptação no Albirex Niigata, do Japão

Atacante de 29 anos chegou nesta temporada ao país

Por Mateus Marinho

O De Primeira, mais uma vez, bateu um papo com um brasileiro que atua no Japão. Trata-se do atacante Francis. Ele joga no Albirex Niigata, time que já possui um longo histórico de contratar brasileiros. Mais recentemente, passaram pelo clube o goleiro Muralha, ex-Flamengo, e Thalles, atacante morto em um acidente de moto no Rio de Janeiro no mês passado.

Francis conta que sua chegada ao país oriental foi tranquila justamente por conta desse histórico do clube de contratar seus compatriotas.

“No início senti um pouco de dificuldade pelo clima muito frio e também pelo futebol ser bastante intenso. A liga é bem disputada, acredito que tenha 85% de equilíbrio entre as equipes. O clube tem um grande histórico de brasileiros. Então, em geral, somos muito bem recebidos por todos", disse o atacante, que ainda conta como o clube recebeu a notícia da morte de Thalles.


“Sem dúvidas foi uma atitude de muito respeito ao profissionalismo que o Thalles teve na passagem dele por aqui, mostrando o quanto o clube gostou dele como pessoa e como profissional. Foi de muita repercussão pelo fato dos torcedores acompanharem a carreira do Thalles, mesmo com o término de seu contrato com a equipe, por ser uma pessoa querida por todos”, conta.

Rodado por vários clubes do futebol brasileiro, Francis chegou ao Japão no início do ano. E foi justamente com a mudança cultural que o paulista de Capivari-SP teve mais dificuldades.

“A minha grande dificuldade foi na adaptação à cultura. Aqui o futebol tem muita intensidade, e a temporada se inicia no inverno, o que é ainda mais complicado. Senti muito frio por conta disso. Para mim em particular também foi complicado o fato da culinária ser completamente diferente do que eu sou acostumado. No início, eu acabei me alimentando pouco, passei alguns apertos, mas depois eu me adaptei”, explica.


Essa é a primeira experiência de Francis na Ásia. Antes, ele teve uma curta passagem pela Europa. Foram 14 jogos pelo Vitória de Guimarães, de Portugal, na temporada 2015/2016.

“No meu ponto de vista acredito que poderia ter sido muito mais aproveitado por lá. Acredito também que a mudança de treinador dificultou um pouco as coisas, mas faz parte do futebol. Agora eu só penso no Albirex”.

Na atual temporada, Francis soma quatro gols e uma assistência em 10 jogos pelo Albirex, que disputa a segunda divisão japonesa. Seu contrato com o clube vai até dezembro de 2019, e ele não pensa em voltar para o Brasil.

“Não penso em voltar para o Brasil tão cedo, quero conhecer muitas coisas e alcançar grandes objetivos fora do Brasil. Não digo clube e, sim, ligas, tenho um sonho de disputar a Premier League, que, para mim, é o melhor campeonato do mundo”, encerra.

Comentários