Reforço do Porto, Lucas Gomes é corintiano e poderá escolher entre três seleções

Atacante de 16 anos foi contratado pelo gigante português


Ele nasceu no Brasil, é neto de português e cresceu na Suécia. Essa é resumidamente a história do Lucas Gomes, atacante de apenas 16 anos que foi anunciado como reforço da base do Porto na última segunda-feira.

Contratado junto ao Malmö, da Suécia, ele assinou um contrato profissional de três anos com os Dragões e bateu um papo exclusivo com o De Primeira.

"A minha vontade é de chegar ao topo. Vai ser muito importante para mim. E jogar em um clube como o Porto é um orgulho, um clube de muita história", disse.


Fã declarado de Neymar e torcedor do Corinthians, Lucas nasceu no Brasil e morou, até os sete anos, em Jaguariúna, em São Paulo. Acabou indo morar na Suécia em 2010 por meio de uma oportunidade de trabalho para a mãe.

"Eu vim para Suécia em 2010 porque a a minha mãe arranjou um trabalho aqui. Então não foi o futebol que me trouxe a Suécia, foi minha mãe. Eu morei no Brasil até meus sete anos. Depois mudei para a Suécia com a minha mãe e o meu pai. Eu estou morando aqui na Suécia tem nove anos, desde 2010 e agora assinei com o Porto. Minha família toda está no Brasil. Só minha mãe e meu pai que moram comigo", contou Lucas.

Nos últimos anos, o atacante se destacou na base do Malmö, clube onde surgiu Zlatan Ibrahimović, o maior jogador da história do futebol sueco.


Antes de assinar pelo Porto, Lucas quase teve outros destinos na Europa. Em 2017, ele chegou a passar por um período no Manchester United.

"Fui com 14 anos de idade para o United. Foi uma boa experiência. Quando eu fui lá, a equipe sub-16 estava de férias. Então me colocaram para jogar com sub-18, e eu tinha 14 anos. Então foi uma boa experiência", lembra.

Chamou também a atenção da Juventus e chegou a ser convidado em 2018 para conhecer as instalações do clube, como noticiaram na imprensa italiana na época.


"Meu avô é português. Assim que eu tenho o passaporte de Portugal".

COM QUE ROUPA?

Lucas já defendeu a base da seleção sueca e agora tem sido convocado por Portugal, já que possui a nacionalidade dos dois países, além da brasileira, é claro.

No futuro, terá que escolher qual país irá defender definitivamente caso seja chamado por um desses três países. Ele, no entanto, prefere não revelar nenhuma preferência por enquanto.

"Agora eu estou jogando por Portugal. Então meu foco é agora. Depois não sei o que pode acontecer", encerrou.


Comentários

  1. Sucesso Lucas!! Te conheço desde bebê !! Voce merece!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Lucas, sucesso. Trabalhei com seus pais na Cat.

    ResponderExcluir

Postar um comentário