Brasileiro que já jogou o Mundial sub-17 se aventura na Tunísia

Atacante Wellington Melo foi contratado pelo US Ben Guerdane 


Neste século, nos acostumamos a ver a Tunísia disputando a Copa do Mundo. Afinal, o país esteve presente nos Mundiais de 2002, 2006 e 2018. Mas como será que funciona o futebol por lá?

Um brasileiro está tendo a oportunidade de jogar na Tunísia. Trata-se do atacante Wellington Melo, revelado pelo Vitória. Ele foi contratado recentemente pelo US Ben Guerdane, da primeira divisão.

Em entrevista ao De Primeira, ele contou como foi trocar o Marcílio Dias (Santa Catarina) pelo país africano, considerado um mercado para lá de alternativo para jogadores brasileiros.

"Eu tinha acabado de terminar a temporada pelo campeonato catarinense e, algumas semanas depois, houve essa oportunidade, veio de uma indicação de um amigo meu. A recepção do clube tem sido admirável, meus colegas de equipe estão ajudando muito, e o processo de adaptação está indo muito bem. Sinceramente, pensei que seria mais difícil, mas, graças à minha família e aos meus amigos, está indo muito bem", disse.

O campeonato nacional conta com 14 clubes e é dominado pelo Espérance de Tunis, que venceu as últimas três edições da primeira divisão. O time também é o atual campeão africano e, com isso, estará no Mundial de Clubes, podendo, inclusive, cruzar com o campeão da Libertadores caso avance pelo campeão asiático.


No US Ben Guerdane, Wellington tem a companhai de outros dois brasileiros: Gil Bahia e Ricardinho.

"Espero que consiga ter oportunidades e saber aproveitar o mercado alternativo que aqui nos proporciona. Aqui a maioria das coisas são diferente do Brasil. Então, fica difícil não ter algo que me chame atenção. Mas acredito que a cultura, a didática dos treinos chamem mais atenção", conta o brasileiro, que se surpreendeu com a segurança no país.

"O que mais me impressionou foi a segurança que o país em si possui. É algo que infelizmente hoje no Brasil é falho. Aos poucos vou me acostumando com a cultura do país, mas acredito que por ter apenas dois meses aqui, me acostumei bem já".

Formado na base do Vitória, Wellington viveu a melhor experiência da carreira em 2011, quando teve a oportunidade de defender a seleção brasileira no Mundial sub-17, disputado no México.

O Brasil acabou eliminado pelo Uruguai nas semifinais. Na disputa do terceiro lugar, a seleção acabou perdendo para a Alemanha por 4 a 3, mas Wellington acabou deixando o seu.

"Graças a Deus tive essa oportunidade. Uma grande recordação foi quando saiu a convocação, porque é uma mistura de sentimentos indescritível. E uma história marcante, com toda certeza, foi o meu gol contra a Alemanha", encerrou.

Comentários