Léo Souza faz sucesso no Japão e cogita jogar pelo país: "Meu desejo"

Ex-Santos, atacante é o artilheiro da J-League 2 pelo Albirex Niigata

Por Juan Andrade 

No início de 2018, Léo Souza deixou o Santos sem oportunidades no time principal, apesar dos muitos gols que fez na base do clube. Foi, então, que o atacante decidiu se aventurar na terceira divisão do Japão pelo Gainare Tottori.

Uma transferência que, inclusive, só aconteceu graças à torcida do time japonês, que fez uma espécie de "vaquinha" para que a direção da equipe pudesse contratá-lo.

E, em entrevista ao De Primeira, o brasileiro de 22 anos recordou a história.

"Isso é verdade (risos). Ouve uma grande repercussão quando o Gainare cogitou em trazer brasileiros para o clube. Os torcedores ficaram muito contentes e ajudaram o clube a realizar o desejo deles de trazerem", conta.


O esforço dos torcedores japoneses não foi em vão. Léo Souza terminou a terceira divisão como artilheiro, com 24 gols marcados, apesar do clube não ter conseguido o acesso.

O desempenho, é claro, chamou a atenção de equipes tradicionais do país, como o Albirex Niigata. O atacante acabou contratado pelo clube e tem repetido o sucesso.

No último fim de semana, ele marcou quatro vezes na goleada por 6 a 0 sobre o Kagoshima United e assumiu a artilharia isolada da segunda divisão, com 24 gols. É, inclusive, o artilheiro do ano no Japão.

"Essa temporada de 2019 está sendo a melhor temporada da minha carreira. Esperava por isso, tenho confiança no meu trabalho e sabia que podia chegar rendendo o esperado. Foi a primeira vez que eu faço quatro gols profissionalmente. Um dia muito especial para mim. Espero que possam vir muitos mais dias como esse", disse.


Com o sucesso no Japão, Léo Souza já sonha em voos mais altos. Um deles, defender a seleção japonesa. O brasileiro revelou a vontade de atuar pelo país oriental.

"Sondagem da seleção ainda não teve, mas esse é meu desejo. Gosto do país, amo a cultura deles, tenho vontade de ficar por muito tempo aqui e me naturalizar", garante.

Sobre o futuro no Albirex Niigata, Léo prefere, por enquanto, focar na reta final da temporada. O clube está na décima segunda posição e tem poucas chances de acesso.

"Primeiro, quero ajudar o meu clube. Não quero pensar em sair daqui e ir para outro time para jogar na J-1. Quero ajudar meu clube a subir", disse o brasileiro, que lamentou não ter tido chances no elenco principal do Santos antes de seguir para a Ásia.


"Com certeza eu esperava por oportunidades no Santos. Até hoje eles não me falaram o por que de eu não ter tido oportunidades. Não posso dizer que eu não quero voltar para o Brasil. Mas, nesse momento, eu penso em ficar um bom tempo aqui no Japão".

Comentários